Vitória de Kitata em Londres num dia para Kipchoge esquecer

O etíope Shura Kitata foi o grande vencedor da Maratona de Londres, numa prova em que o favoritíssimo Eliud Kipchoge desiludiu.

Numa corrida em que o detentor da melhor marca mundial masculina na distância já havia visto o seu – à partida – principal adversário, Kenenisa Bekele, não comparecer à partida devido a lesão, a derrota de Kipchoge, que acabou ultrapassado por praticamente toda a armada etíope ao perder o contacto com a cabeça do pelotão à passagem dos 40 km, acaba sendo o facto mais relevante da edição deste ano dos 42,195 km londrinos.

Apontado desde o início como o quase-certo vencedor da prova, o queniano, recordista da Maratona masculina com o tempo de 2h01m39, acabou não conseguindo corresponder às expectativas, terminando mesmo numa posição nada consentânea com o seu estatuto: oitavo lugar, com o tempo de 2h06m49. Ou seja, mais de 30s que o vencedor da Maratona de Londres, Shura Kitata, que terminou com a marca de 2h05m41.

Aliás, e sobre Kitata, importa dizer que, à partida para a corrida deste domingo da Maratona de Londres, era apenas o sétimo mais rápido de um lote de oito maratonistas, com um tempo de 2h04m49.

As suas parciais foram as seguintes:
5 km: 14m48
10 km: 29m45
15 km: 44m31
20 km: 59m38
Meia-maratona: 1h02m55
30 km: 1h29m02
35 km: 1h44m14
40 km: 1h59m19
Final: 2h05m41

Na segunda posição ficou o queniano Vincent Kipchumba, com o tempo de 2h05m42. Quanto ao terceiro e último lugar do pódio, ficou na posse de outro etíope, Sisay Lemma, que nem sequer fazia parte, à partida, dos oito mais rápidos, mas que terminou com a marca de 2h05m45.

Fonte: Corredores Anonimos